quarta-feira, 9 de julho de 2008

PAUSA

Este espaço é de alegria, mas me comprometi a não deixar passar em branco um episódio tão doloroso e inaceitável quanto à morte do menino de 3 anos na Tijuca esta semana. Ele é a quinta criança morta depois de uma ação da polícia no Rio este ano. E mais uma das muitas vítimas da violência de nossa cidade. Poderia ser em qualquer lugar, qualquer bairro com qualquer um de nossos filhos. Escrevo para pedir que ninguém finja que isso não está acontecendo. E que, como reação, espalhem paz, gentileza, honestidade e generosidade. Não sejamos cúmplices dessa violência toda. Diminuindo o ritmo de consumo, brincando e ficando mais com nossos filhos, resistindo às pequenas corrupções do dia-a-dia, dizendo NÃO às armas, que só trazem tragédia. Convido vocês a lerem um texto, que achei muito acertivo sobre o tema: A Dor de Eva. Fiquem com Deus.

Nenhum comentário: